RESUMO

O presente artigo busca trazer de forma objetiva a influência que a propriedade sofreu no decorrer do tempo, e com isto demonstrar a importância do tema dentro da politica urbana e a busca pela efetivação da função social da propriedade e por consequência o bem estar da sociedade.

Sendo assim, através de um breve histórico da propriedade, da antiguidade até a contemporaneidade, é possível se visualizar as quebras de paradigmas aos quais estava vinculada, e claramente, se demonstra uma das principais mudanças, qual seja, a mudança de uma visão absolutista da propriedade para um que valoriza a sociedade com um todo, vinculando-a a necessária função social.

Com isto, se faz ressalva para a importância da Lei Federal nº 10.257 de 10 de julho de 2001, conhecida como Estatuto da Cidade, o qual traz para a política urbana a importância de uma propriedade que cumpra a sua função social, e a consequências benéficas para toda a sociedade.