Na quinta-feira dia 11/01/2018, a Justiça Federal do Pernambuco concedeu uma liminar suspendendo os efeitos da Medida Provisória 814/17 emitida pelo Governo Temer, que permite a privatização da Eletrobras e das empresas por ela controladas.

Segundo o juiz federal Claudio Kitner, a aprovação da Medida Provisória em 28 de dezembro de 2017 se deu como uma estratégia do governo para aprovar o ato no recesso parlamentar, e evitar o debate no Poder Legislativo.

A decisão foi tomada em uma Ação Popular, e agora o processo aguarda o retorno do recesso para julgamento do mérito, a partir do dia 20 de janeiro.