fbpx

O custo de diversos medicamentos utilizados para o tratamento das mais variadas doenças como amiotrofia espinhal, câncer, esclerose múltipla, são negados pelo plano de saúde na maioria das vezes, de forma abusiva e sem estar de acordo com a legislação.

Como exemplo listamos alguns dos medicamentos que são objetos dos processos judiciais.

 

Para o tratamento de Câncer:

Nivolumabe (Opdivo®), Rituximabe (Mabthera®), Cloreto de Rádio 223 Ra (Xofigo®), Bendamustina (Ribomustin®), Olaparibe (Linparza®), Pembrolizumabe (Keytruda®) e Everolimo (Afinitor®).

 

Para tratamento de Hepatite C, Esclerose Múltipla, Amiotrofia Espinhal e outros:

Sofosbuvir (Solvaldi®) para Hepatite C; Rituximabe (Mabthera®) empregado no tratamento de esclerose múltipla; Ranibizumabe (Lucentis®) para tratamento de Retinopatia e Maculopatia, Nusinersen (Spinraza®) para amiotrofia espinhal e alguns outros que podem ser encontrados em processos.

Se você conhece alguém ou precisa de tratamento com algum destes medicamentos e teve o fornecimento negado, a única alternativa é buscar junto ao judiciário o custeio pelo plano de saúde.

Este tipo de processo leva sempre em consideração a urgência e gravidade do caso, porém em várias situações a justiça obriga de forma liminar o plano a custear o medicamento para a realização do tratamento. Busque seus direitos e ajude combater as abusividades cometidas.

1
Olá, tudo bem?
Converse conosco pelo WhatsApp. Clique no botão verde!
Powered by