fbpx

Infelizmente, não é raro encontrar pessoas que utilizam diariamente os serviços do transporte público e tenham alguma experiência negativa causada pelo mau estado de conservação dos ônibus ou pela imprudência dos motoristas.

Mas, e quando esses fatores deixam de ser apenas um problema do dia a dia e afetam, de alguma forma, a integridade física dos usuários do sistema coletivo?

Esse é um problema mais comum do que se imagina. Afinal, o número de pessoas que já se acidentaram devido à negligência das empresas de transporte e de seus motoristas não é pequeno.

O que muita gente não sabe, no entanto, é que qualquer empresa de ônibus tem uma responsabilidade com a segurança e integridade física das pessoas transportadas, desde o momento em que elas embarcam no veículo até o momento de desembarque, e caso essa responsabilidade não receba a devida atenção, a população pode (e deve) exigir os seus direitos.

Como dar início a uma ação judicial

Se você caiu, se machucou, sofreu algum dano ou acidente enquanto utilizava o transporte público, saiba que a empresa de ônibus responsável deve indenizá-lo, conforme determinam o Código Civil e o Código de Defesa do Consumidor.

Para exigir os seus direitos junto à justiça, no entanto, é preciso que você comprove os danos causados, se possível, utilizando fotos. Outras informações que devem ser cedidas são o nome da empresa de transporte e também a data e a hora do acidente. Caso o ocorrido exija algum cuidado médico ou internação, é importante incluir também o prontuário junto aos documentos fornecidos para o ingresso da ação judicial.

Caso de sucesso

Recentemente, o escritório Micheleto Advogados Associados venceu um caso que foi levado à justiça, após uma pessoa se acidentar enquanto utilizava o sistema de transporte coletivo. Uma freada repentina do ônibus, causou a queda de uma usuária, que foi em busca de seus direitos e, com a ajuda de nossos advogados, conseguiu garantir que a empresa fosse condenada a pagar a uma indenização por danos morais e materiais no valor de R$15.000.

É importante salientar, no entanto, que o valor da indenização foi determinado de acordo com o caso relatado pela usuária em questão e que esse valor pode variar de acordo com o grau do acidente e com as consequências que ele pode trazer para o acidentado.

Você sofreu um acidente enquanto utilizava o transporte coletivo recentemente? Não perca a oportunidade de exigir o seu direito junto à justiça! Procure um advogado especializado nesse tipo de caso e obtenha todas as informações e suporte necessário para recorrer às medidas judiciais cabíveis para esse tipo de situação!

1
Olá, tudo bem?
Converse conosco pelo WhatsApp. Clique no botão verde!
Powered by